“A nossa caminha é sagrada, que nós já nos habituamos ao cheirinho um do outro”, diz César a Tiago, referindo-se ao “ninho” que tem com Rui.