Diz um político, num comício:
– Eu, sim! Eu sou um político incorrupto! Por estes bolsos, nunca passou dinheiro desonesto!
Alguém da assistência:
– Ena, comprou um fato novo!