Durante a noite um ladrão entra num casarão isolado no meio de uma enorme propriedade. O silêncio é absoluto e o homem avança pelos corredores, tenso e cauteloso.
Quando entra numa sala enorme onde penetra um pouco da luz exterior do luar, olha em volta à procura do esconderijo das jóias. Nisto ouve-se uma voz:
– Jesus está-te a ver!
Em pânico, com o coração aos saltos, o homem cola-se à parede sem saber em que direcção fugir. O silêncio entretanto regressa e o homem chega a pensar que não passou tudo de uma partida da sua imaginação.
Quando volta a dar uns passos, ouve uma vez mais:
– Jesus está-te a ver!
Transtornado, grita:
– Quem está aí?!
De repente percebe que quem falou foi um papagaio, que o olha de um canto da sala.
– Livra, que me assustaste! – queixa-se o homem. – Foste tu que disseste que Jesus me estava a ver?
– Sim – respondeu o papagaio.
– Como te chamas?
– Serafim.
– Que nome tão estúpido para um pássaro! – desabafa o larapio. – Quem foi o idiota que te deu esse nome?
– O mesmo que chamou Jesus ao pastor alemão…